Buscar por:  

Esperança marca confraternização dos associados da ABIMAQ



Com a presença de autoridades e representantes de entidades de classe, encontro anual dos associados da ABIMAQ / SINDIMAQ teve como  tema principal a indústria do futuro

“Elejo ‘esperança’ como a palavra de ordem para 2017. Como disse uma vez Paulo Freire, o grande educador, esperança do verbo esperançar e não do verbo esperar. Porque, como dizem os dicionários, esperançar é almejar, sonhar, buscar, agir; é exatamente o contrário de esperar”. Com esse clima de otimismo, João Carlos Marchesan, presidente do Conselho de Administração da ABIMAQ, discursou durante a confraternização de fim de ano dos associados da ABIMAQ, realizada no Espaço das Américas, em São Paulo, no dia 09 de dezembro.

Segundo Marchesan, 2016 foi um ano de dificuldades e de muita instabilidade política, que acarretaram em crise econômica, insegurança dos investidores e perda de empregos no Brasil.

Diante disso, o presidente do Conselho de Administração lembrou a incansável luta da ABIMAQ não só para reduzir as perdas do setor de bens de capital, mas, principalmente, para estimular a retomada do crescimento da indústria. Dentre as ações, Marchesan citou:

- Criação e defesa de uma agenda emergencial para a indústria;

- Participação em fóruns de economistas, formadores de opinião;

- Busca de parcerias e formação de alianças com outras entidades para o fortalecimento de pleitos em defesa do setor e da indústria brasileira;

- Defesa à adoção de uma taxa de juros civilizada e um câmbio competitivo e previsível;

- Pleitos para a desoneração dos investimentos e isonomia em relação aos concorrentes internacionais; 

- Busca pela adição de crédito junto a instituições, como o BNDES;

- Desenvolvimento de novos fornecedores.

Motivos de esperança

Marchesan recomendou que, em 2017, a esperança seja renovada e funcione como um meio de encarar os novos desafios que serão apresentados. Segundo ele, há alguns sinais que alimentam essa esperança:

- Governo está sendo despertado para a não limitação do ajuste fiscal, mas também para o atendimento do setor privado;

- A safra agrícola deve ser recorde, com bons preços ao produtor, o que significa a geração de renda no campo e reflexos sobre o consumo; 

- O petróleo e minério de ferro estão se recuperando, influindo positivamente sobre os investimentos destes setores; 

- As concessões públicas devem sair do papel; 

- Os juros devem cair, pois a inflação está sob controle;

- O Dólar deve ser valorizado, por conta do aumento dos juros nos Estados Unidos propiciado pelo efeito Trump;

- Após a queda no consumo aparente de máquinas por três anos consecutivos, a demanda por bens de capital deve voltar;

- O crescimento deverá ser retomado a partir do segundo semestre.

“Por isso, tenho a esperança, do verbo esperançar, de que viveremos dias melhores. Esperançar é juntar-se com outros para fazer de outro modo, como fazemos na ABIMAQ e vamos continuar fazendo incansavelmente, até restaurarmos o nosso crescimento e tornar o nosso setor cada vez mais competitivo e melhor”, concluiu Marchesan.

Parceria e oportunidades

João Carlos de Souza Meirelles, secretário de Energia do Estado de São Paulo, representando o governador Geraldo Alckmin, disse que existe uma preocupação com a construção do futuro do Brasil e, sobretudo, com a geração de trabalho e renda no país.

“Temos que ter esperança de que os empresários, responsáveis pela construção das fábricas, por mover o agronegócio e a base da indústria de petróleo e gás, realmente vão retomar o desenvolvimento deste país”, afirmou o secretário.

De acordo com Meirelles, o governo de São Paulo quer estreitar a parceria com a indústria de máquinas e equipamentos, com vistas ao desenvolvimento tecnológico e científico que incorpore a competitividade industrial.

O secretário também citou as oportunidades que serão oferecidas pelo governo para colaborar com o incremento do setor de bens de capital: “O Conselho Nacional de Política Energética definirá as novas diretrizes para a participação da indústria de petróleo e gás e o governo organizará um conjunto de licitações para obras de transporte, metrô, estradas e rodovias, para que nós tenhamos realmente condições de produzir movimento nas fábricas e gerar empregos”.

FPMAQ

O deputado federal Vanderlei Macris, membro da Frente Parlamentar da Indústria de Máquinas e Equipamentos (FPMAQ), representando o presidente Jerônimo Goergen, lembrou as diversas incursões a Brasília, junto com a ABIMAQ, para viabilizar as demandas do setor de bens de capital, tratando de questões relacionadas à retomada do crescimento, importância do REFIS, necessidade de queda dos juros, dentre outros pleitos no âmbito das comissões técnicas do Parlamento brasileiro. 

Nesse sentido, segundo o deputado, houve uma gama de trabalhos, audiências, discussões e debates junto aos ministérios das Relações Exteriores, do Trabalho, da Fazenda, Indústria e de Minas e Energia, oportunidade em que foram apresentados os problemas e as soluções para destravar o desenvolvimento do Brasil.

Embora o momento seja de turbulência econômica, Macris acredita que o Brasil se tornará um país melhor. “Creio que teremos um Brasil melhor depois de tudo isso, um país que confia no seu rumo e é capaz de reagir em direção à estabilidade e ao real crescimento”, afirmou o deputado.

Macris ainda ressaltou que a indústria de máquinas e equipamentos tem uma missão importante na economia brasileira e, por isso, precisa estar presente nos debates no Congresso Nacional. “Nós temos a esperança que, unindo forças, vamos conseguir construir o Brasil que todos nós queremos”, avaliou.

Medidas de recuperação

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, reconheceu a importância da indústria de bens de capital na geração de impostos e emprego no país: “De uma forma direta e indireta, nós temos quase um milhão de postos de trabalho no nosso país graças a este setor”.

Nogueira, que representou o presidente da República, Michel Temer, salientou a importância da PEC dos gastos públicos e das reformas da Previdência e trabalhista para a recuperação da economia.

Segundo Nogueira, o ministério trabalhará a atualização da legislação trabalhista ancorada em três eixos: Consolidação dos direitos e deveres de quem contrata e de quem é contratado; segurança jurídica, com vistas à fidelidade do contrato de trabalho na interpretação dos atores envolvidos (trabalhador, empregador e Estado) e na execução deste contrato; e criação de oportunidade de ocupação para todos.

“Portanto, fé e esperança no Brasil. Vamos acreditar que o dia de amanhã será melhor que o de hoje”, finalizou o ministro.



Índice


Envie para um amigo.
Número: 207
Fevereiro/2017

Outras edições
select



Buscar matérias

Informaq

Com a presença de autoridades e representantes de entidades de classe, encontro anual dos associados da ABIMAQ / SINDIMAQ teve como tema principal a indústria do futuro. Leia mais...

Embora reconheça a importância das medidas econômicas, entidade apontou itens essenciais que deveriam ser contemplados no pacote anunciado pelo Ministério da Fazenda. Leia mais...

Esta é a constatação do presidente executivo da ABIMAQ, José Velloso, em relação à minirreforma trabalhista anunciada pelo Ministério do Trabalho. Leia mais...

Participando de audiências com o governo e realizando palestras em várias partes do país, a ABIMAQ, com apoio de entidades e federações, trabalha para defender o Conteúdo Local no marco regulatório do setor de óleo e gás. Leia mais...

O presidente do Conselho de Administração da ABIMAQ, João Carlos Marchesan, participou da cerimônia de anúncio de liberação de recursos para o pré-custeio da safra agrícola de 2017/2018 e entregou documento. Leia mais...

O presidente executivo, José Velloso, e o diretor de Ação Política da entidade, Germano Rigotto, fizeram análises da situação econômica e política do país na sede da Associação Empresarial de Joinville. Leia mais...

Tema foi o cerne das discussões do evento promovido pela ABIMAQ Rio de Janeiro e pelo Conselho de Óleo e Gás, que contou com a presença de associados, representantes de entidades. Leia mais...

Este é um dos focos de trabalho para o próximo biênio da Câmara Setorial de Máquinas para Indústria Alimentícia, Farmacêutica e Refrigeração Industrial (CSMIAFRI), que foi destacado pelo novo presidente, Ricardo Cilento. Leia mais...

Valdemir José Falsoni continuará à frente da Câmara Setorial de Transmissão Mecânica durante o biênio 2016-2018. Leia mais...

Em reconhecimento ao engajamento e trabalho desenvolvido, a ABIMAQ transformou os grupos de trabalho de Máquinas e Equipamentos para. Leia mais...

Foi a tônica da posse da diretoria da Câmara Setorial de Motores e Grupos Geradores (CSMGG) para o anuênio 2016/2017. Leia mais...

Durante todo o ano passado, entidade realizou 22 Fóruns de Assuntos Trabalhistas (FAT) e atendeu a aproximadamente 700 consultas de associados. Leia mais...

No dia 09 de dezembro, a presidência da ABIMAQ estendeu o mandato da atual diretoria da Câmara Setorial de Máquinas Rodoviárias (CSMR), pelo prazo de um ano, devendo expirar em dezembro de 2017. Leia mais...

No dia 12 de dezembro, a presidência da ABIMAQ ampliou o escopo da Câmara Setorial de Equipamentos Navais e de Offshore, incluindo nele os equipamentos de pesquisa. Leia mais...

Afirmação foi feita por Xavier de Brito, presidente do Conselho de Metalurgia e Mineração, durante reunião, que ocorreu no dia 29 de novembro, na sede da ABIMAQ. Leia mais...

Com o objetivo de abordar o programa Brazil Machinery Solutions (BMS), a Divisão de Mercado Externo (DEME) participou da reunião da Câmara Setorial de Fornos e Estufas Industriais (CSFEI). Leia mais...

Para apresentar o processo de contratação de bens e serviços da Petrobras, Juliano Dantas, gerente geral de Suprimentos de Bens e Serviços da estatal. Leia mais...

Objetivo foi reforçar a necessidade do desenvolvimento de uma cultura exportadora. Leia mais...

Consideração foi feita por João Carlos Marchesan, presidente do Conselho de Administração da ABIMAQ, na reunião do Sistema Nacional das Indústrias de Equipamentos. Leia mais...

Apesar de ainda demandar um grande trabalho, a ABIMAQ considera positiva a publicação no Diário Oficial de 12 de janeiro da Instrução Normativa 129 da Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), do Ministério do Trabalho. Leia mais...

Banco divulgou as novas políticas operacionais e condições de financiamentos, no mês de janeiro . Leia mais...

Produtos e serviços do Banco do Brasil voltados para financiamento a investimentos e ao comércio exterior ajudam a potencializar a retomada da economia. Leia mais...

A presença de empresas líderes e o Estande Temático como destaque confirmam a importância do evento para o setor. Leia mais...

Em sua reta final, a Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha se prepara para apresentar as principais novidades do segmento, entre os dias 20 e 24 de março, no São Paulo Expo. Leia mais...

Sistema Harmonizado corresponde aos seis primeiros dígitos da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), classificação utilizada na Tarifa Externa Comum (TEC). Leia mais...

Sistema Alerta Exportador permite acompanhar as barreiras não tarifárias às exportações. Leia mais...

Após três recuos consecutivos (-5%, em 2013, -11,6%, em 2014 e -14,4%, em 2015), a receita líquida total (vendas internas mais exportações) da indústria de máquinas e equipamentos. Leia mais...

Do ponto de vista da teoria monetarista, inflação é a diminuição no poder de compra da moeda, como de fato é. Portanto, inflação nada mais é do que um fenômeno monetário. Leia mais...

Apoio institucional